sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Ao que os olhos não veem

Para tudo de bom que nem sempre os olhos podem ver é que dedico este post.
Escrevo para o futuro bom que nos espera de braços abertos, mesmo quando trememos de medo. Para as incontáveis vitorias que ainda teremos, depois de lutas cansativas e desgastantes, para os amigos que nos amam, mesmo quando não somos capazes de nos sentir amados por eles, para os muitos "sims" da vida que nos surpreenderão, para as coisas felizes da vida que nos lambem a testa e o coração, mesmo quando nosso pensamento imagina que levaremos uma mordida no traseiro.
Eu sei... euuuu seiiiiiiiiiiiiiiiii
Eu sei que pareço ter saído de uma festa louca, chapada de drogas do amor... mas não é o caso.
Eu prestei atenção à minha vida, eu a observo, eu vi que os medos nos rondam, mas a vida nos surpreende.
Pode parecer que nunca sofri golpes da vida, mas já levei tantos que infelizmente nem posso contabiliza-los. E ironicamente foram esses golpes que me deram forças para encontrar minhas flores do deserto (onde tudo é seco, escaldante e desolado, surge, às vezes, uma flor, nutrida, ninguem sabe ao certo de que, nasce bela, singela, corajosa e viçosa.)
Acostume seus olhos a enxergar belas flores do deserto, certamente descobrirá que elas são mais frequentes do que imagina.
Sim, a vida costuma ser muito boa para uma bela e delicada flor, mesmo no deserto. Voce só precisa de um pouco de coragem, força, fé e amor, talvez isso se traduza em uma só palavra: Deus. Com isso voce tem tudo!


6 comentários:

  1. Mari
    Esse post era muito eu. Eu era capaz de ficar triste até porque alguém não curtiu um determinado post no Facebook. Pode? Mas eu disfarçava isso, afinal, rsrsrs sou uma boa adulta!

    Como vou falar no próximo post, parecia que eu cresci, mas minhas emoções ficaram lá na adolescência... Tipo DE REPENTE 30! Viu o filme?
    Agora que as coisas estão se organizando na minha cabeça que era mega perdida, até o Facebook ficou mais divertido.
    Ainda não sei se precisarei tomar remédios, o instituto que me analisou só indica que eu deveria tomar, pq preciso me reconhecer, mas só um médico poderá bater o martelo.
    Diminuiu tanto minha ansiedade qdo conheci a verdade, já fiquei bem feliz com isso.
    Isso que vc diz "Eu prestei atenção à minha vida, eu a observo, eu vi que os medos nos rondam, mas a vida nos surpreende." Diz tanto menina!
    Acho q só gente que pensa demais chega a essas conclusões, por isso gosto tando do blog de vcs, tanto que me achei igual! . De certa forma, me encaixo muito nisso tudo!
    Vamos continuar olhando... ainda que com lentes novas! ;) Vc com a Rita e eu nem sei com quem rsrsrsrs

    ResponderExcluir
  2. Oi Lua Flor (no deserto!)
    Eu assisti ao filme DE REPENTE 30 sim! Entendo o que esta falando... de uma certa forma vivi isso intensamente... Incrivel como o diagnostico correto nos liberta ne? E o lance todo da nossa vida às vezes se resume em auto conhecimento e auto aceitação... afinal, Deus nos ve como somos, sempre nos viu como realmente somos e nos ama, nos aceita e nos admira como somos e por nos amar tanto assim é capaz de nos ajudar para desenterrarmos nossa melhor versão de nós mesmas! Vamos lá!!!!

    ResponderExcluir
  3. Queria ter escrito : OI Lua Flor (DO deserto!) não NO deserto...kkkkk desculpe... escrevi errado!

    ResponderExcluir
  4. kkk não tem problema eu entendi!
    Mas tem um post q eu digo mesmo isso, que ESTAMOS TODOS NO DESERTO mas q Ele é o melhor para nos guiar por terras inóspitas, viu isso nuam? Achei que era disso q vc falava!

    Nossa, o diagnóstico certo é sim uma coisa muito boa. Ela, a terapeuta do instituto, até me disse q por causa do estresse, eu, nesses últimos anos estava com uma visão errada de mim e de como os outros me viam. Óia??? É a parcela da depressão, pq não conseguia me achar!

    Desculpe-me se não conto tudo de uma vez mas enqto escrevo penso demais e acabo cansada, por isso estou dando o intervalo entre um post e outro...

    Já percebeu q vc é uma querida, e assim vai ficar, né?!
    bjs e vamo q vamo ;)

    ResponderExcluir
  5. Uuuuuuuhhhhuuuuuuuuuuu... vamo q vamo...
    aaaa sobre o post eu vou esperar teu tempo Flor... é q sou tdah... sabe? kkkkk tenho um relogio acelerado dentro de mim... o tempo todo preciso ajustar os ponteiros... parece que eles estao sempre à minha frente....sempre adiantados, nao liga nao... faz parte.... nao liga, ok?! Eu ja me propus a esperar teu tempo, pq acho que é valiozissimo demais e eu nao quero tirar isso de vc..ta bom!
    bjoooooosssss.

    ResponderExcluir